Entenda como a negligência na limpeza de lentes de contato pode acarretar em perda de visão e até mesmo do globo ocular.

 

Uma limpeza de lentes de contato incorreta pode causar infecção rara que compromete a saúde dos olhos e em casos mais graves, resultar em cegueira permanente ou a perda do globo ocular.

Isso ocorre devido a disseminação de uma espécie de protozoário chamado Acanthamoeba, presente nos ambientes e principalmente, em solo úmido e águas doce ou salgada.

Em 2016, houve um caso sério de descuido na limpeza de lentes de contato. Um engenheiro de 37 anos, não fez o processo adequado com os produtos corretos para a desinfecção e lavou as lentes pela água da torneira.

Desde então, foram mais de dois anos de luta contra uma inflamação crônica da córnea gerada por uma doença rara e severa, a ceratite.

Neste artigo, iremos abordar as principais consequências de uma limpeza incorreta de lentes de contato e a importância da eliminação das bactérias nos ambientes. Acompanhe e fique por dentro!

 

O Impacto da Falta de Limpeza de Lentes de Contato

 

A infecção por Acanthamoeba pode acontecer por meio de traumas nos olhos, cortes superficiais, falta de higiene ou exposição à água contaminada com a bactéria.

No caso citado anteriormente, o paciente buscou ajuda médica para tratar corretamente do desconforto.

Após um exame, a oftalmologista constatou um defeito epitelial na camada externa do tecido corneano.

Após o diagnóstico, foi suspenso o uso das lentes de contato para a aplicação de uma pomada durante cinco dias.

No entanto, após três dias, o paciente interrompeu o tratamento e decidiu por conta própria voltar a usar óculos de grau.

Como consequência, o quadro se agravou e ele foi encaminhado para um especialista em córnea.

O tratamento seguiu-se com o auxílio de cinco tipos de colírios, com a orientação de serem pingados com diferença de uma hora entre um e outro.

Porém, a cura da ceratite teve um preço: sua córnea foi seriamente lesionada devido ao uso prolongado dos medicamentos.

E diante essa condição, foi preciso recorrer ao transplante de córnea para recuperar sua visão.

 

Sintomas

 

Os primeiros sinais da doença incluem: sensibilidade à luz, ardência, lacrimação excessiva, coceira, visão desfocada, vermelhidão e fortes dores em apenas um ou nos dois olhos.

 

Fatores de Risco para a Proliferação de Bactérias

 

Mesmo sendo rara, a doença causada por Acanthamoeba tem preocupado especialistas do mundo todo. No Brasil, os primeiros casos de ceratite surgiram há mais de 30 anos.

O principal fator que desenvolve os fatores de risco para a disseminação das bactérias é a água.

A exposição à água seja no mar, banheira, chuveiro ou piscina ameaça a limpeza e conservação das lentes de contato.

Uma simples gota pode contaminar por completo a lente, em seu modelo gelatinoso ou rígido.

Esquecer de higienizar as mãos no momento de manipular as lentes é o pior fator de risco, pois dessa maneira, os micro-organismos presentes na pele se transferem facilmente para o estojo das lentes de contato, por exemplo.

 

Entenda as Consequências

 

Segundo os especialistas, a infecção por Acanthamoeba é a mais violenta que uma pessoa pode ter nos olhos em razão das altíssimas chances de perda do globo ocular a longo prazo.

Pacientes gravemente infectados ficam com menos de 25% de visão ou ficam completamente cegos do olho afetado, após um tratamento intensivo e prolongado com duração de até 10 meses.

Estima-se que 25% dos casos demandam de transplantes de córnea e em outros quadros, torna-se necessária a retirada do globo ocular para a substituição de um olho de vidro ou uma prótese de acrílico.

Prevenção

 

Para evitar a doença, é muito importante tomar alguns cuidados básicos no dia a dia. Além de lavar as mãos com água e sabão, principalmente antes do manejo das lentes de contato, é preciso:

  • Esfregue e enxágue as lentes com os dedos;
  • Use soro fisiológico ou solução de limpeza todos os dias nas lentes de contato;
  • Atente-se ao prazo de validade! Faça a troca do estojo das lentes a cada três meses;
  • Evite mergulhar em superfícies de água, usando as lentes de contato.

Mas afinal, como eliminar as bactérias de forma eficiente e diminuir as chances de contaminação?

 

Diante tantos fatores de riscos, uma forma eficiente de prevenção à doença é a diminuir as chances de contaminação dos espaços.

Tanto para evitar o surgimento de infecções, quanto ao período de tratamento em hospitais; a De Luca possui uma equipe de profissionais capacitados e treinados que eliminam qualquer oportunidade de disseminação de bactérias nos ambientes.

Seguindo os padrões de exigências de desinfecção e descontaminação dos ambientes, a terceirização de serviços prestada pela De Luca garante maior segurança e bem-estar para preservar a saúde de todos.

Quem utiliza lentes de contato sabe da importância em higienizá-las do modo correto para não contribuir no desenvolvimento de possíveis patologias como a ceratite.

Portanto, siga as recomendações de seu oftalmologista e faça a limpeza de lentes de contato conforme as indicações médicas.

Cuide de sua saúde ocular, mantenha seu ambiente livre de bactérias.