Entenda o poder da higienização para evitar o alto nível de transmissão do vírus que está adoecendo o mundo.

A disseminação do novo coronavírus é muito rápida. Por isso, é extremamente importante adotar medidas de prevenção para evitar a propagação do Covid-19. E a higienização é a principal arma para combater a ação do vírus.

De acordo com pesquisas internacionais, o tempo de sobrevivência do coronavírus pode chegar até três dias.

Sendo assim, é necessário manter uma rotina de limpeza e desinfecção de locais e objetos que são tocados constantemente. Como por exemplo: mesas, celulares, maçanetas, controles remotos, registros de torneiras, puxadores e interruptores.

Continue lendo o artigo para entender a  importância da higienização na prevenção da contaminação cruzada do coronavírus. Acompanhe!

Quando Deve ser Realizada a Higienização?

O ideal é que cada ambiente seja limpo e desinfectado constantemente. Isso ajuda a diminuir o risco de contaminação do coronavírus e outras bactérias e fungos, responsáveis por causar doenças e alergias.

Se na casa houver uma pessoa infectada – ou até mesmo com sintomas -, é recomendável deixá-la somente em um cômodo. Deve-se reservar utensílios para que só ela faça uso.

Independente do tipo de limpeza é necessário desinfectar todos os locais que tiveram contato pelo portador do vírus. Principalmente objetos e áreas de uso coletivo no dia a dia.

Se possível, use luvas descartáveis ou pelo menos luvas que sejam reservadas somente para essa finalidade.

Como Limpar e Desinfectar da Maneira Correta?

Muitos acreditam que a única forma de eliminar vestígios do coronavírus é por meio de produtos químicos apenas.

Porém, para a higienização do ambiente e superfície, um pano úmido com água e sabão (ou detergente) é suficiente.

O processo de desinfecção é responsável por estreitar qualquer brecha de acesso que o vírus possa tentar ao ambiente.

Para desinfectar, o mais recomendado é utilizar álcool a pelo menos 70% ou fazer uma solução de 20 mL de água sanitária por litro de água.

Na falta de luvas para a higienização, é fundamental lavar as mãos após a limpeza das superfícies e objetos.

Mas afinal, Quais Produtos de Limpeza mais Adequados para a Higienização?

A recomendação predominante entre os infectologistas, é manter o uso de álcool gel 70% e a água com sabão para manter a adequada higiene das mãos e do local.

Além de agentes químicos, como cloro e álcool líquido, existem alternativas que se mostram muito eficientes contra o coronavírus. Veja a seguir:

  • Água sanitária
  • Desinfetantes em geral
  • Limpadores multiuso com cloro
  • Limpadores multiuso com álcool
  • Álcool de limpeza (líquido)

O Álcool e o Sabão Matam o Vírus?

O álcool e o sabão são efetivos para romper a cápsula de gordura protetora do vírus, e destruí-lo na higienização.

A transmissão por superfícies também é possível. Justamente por ser envolvido por uma camada de gordurosa, o vírus acaba não sobrevivendo por muito tempo fora do corpo humano.

Especialistas estimam que o covid-19 dure de seis a 24 horas, dependendo da temperatura e umidade do ambiente e tipo de superfície.

Um estudo da Universidade de Princeton (EUA) aponta que o coronavírus pode sobreviver por até 72 horas em materiais como plástico e metal inoxidável. Já em papelão, pode durar 24 horas.

“Também vale pensar no tempo que a pessoa infectada está no mesmo lugar. Se ficar o dia todo em um quarto, estará colocando novas partículas nos objetos a todo momento. Mas, se apenas passou por um local, deixará uma quantidade menor do vírus ali, que deverá desaparecer em algumas horas”, esclarece a pesquisa.

Dessa forma, não podemos esquecer da higienização pessoal!

Especialistas recomendam o uso de álcool em gel 70% e água e sabão, como as melhores formas de higienizar as mãos.

Proteja Também seu Ambiente de Trabalho!

Boa parte das empresas continuam operando, ainda que em menor escala. Mas isso é motivo o suficiente para colocar radicalizar a higienização dos espaços.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), publicou um documento sobre como prevenir o coronavírus e outras infecções no ambiente de trabalho. O intuito é diminuir a propagação do Covid-19 e assegurar a vida humana.

Para evitar diagnósticos positivos para a doença, as empresas devem seguir as recomendações abaixo:

  1. Manter o ambiente de trabalho limpo e higienizado
  2. Higienizar objetos de uso comum com álcool líquido 70% e papel toalha
  3. Incentivar a lavagem completa das mãos pelos funcionários, colaboradores e clientes
  4. Não cumprimentar as pessoas com aperto de mão, beijo ou abraço;
  5. Cobrir a boca com a parte de dentro do braço ao tossir e espirrar;
  6. Promover a higiene respiratória no local de trabalho;
  7. Incentivar seus funcionários doentes a trabalharem de casa;
  8. Evitar comer na rua (higienizar as mãos com álcool gel ou sabão antes e depois de pegar a comida);
  9. Se possível, optar pelo home office.

Mantenha-se Protegido

E Quanto à Higienização de Ônibus, Metrôs, Carros e Aviões?

A orientação dos órgãos oficiais de saúde é clara: evitar aglomerações para reduzir ao máximo a exposição da população ao vírus.

No entanto, instituições e empreendimentos considerados essenciais, ainda não pararam de vez. Trabalhadores informais também precisam lidar com a dura realidade causada pela pandemia.

Ainda que drasticamente reduzida, a movimentação de pessoas nas ruas mantém ônibus, trem, metrô, carros de aplicativos e até aviões circulando normalmente.

O reforço da higienização é realizado para garantir a segurança e bem-estar dos usuários e colaboradores das operadoras de ônibus intermunicipais e companhias aéreas, por exemplo.

Força Tarefa na Higienização de Transportes Públicos em São Paulo

A capital paulista intensificou a limpeza nos terminais de ônibus. A prefeitura determinou que fosse disponibilizado álcool 70 nos espaços públicos e administrativos.

Os banheiros dos terminais devem ser limpos com mais frequência, segundo determinação da Secretaria Municipal de Transporte. Já os motoristas e cobradores devem lavar as mãos a cada viagem realizada.

Para os veículos, deve haver a higienização total. Em especial nos pontos de contato com as mãos dos usuários, bem como no sistema de ar condicionado.

A negligência na limpeza interna e externa dos carros, pode causar sérios riscos ao contágio do novo coronavírus.

Já a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e o Metrô, adotaram medidas de segurança para os profissionais com uma rotina intensa de higienização dos vagões.

As estações que possuem atendimento de primeiros socorros, foi reforçada a exigência do uso de luvas, máscaras e óculos de proteção.

Recomendações aos Passageiros de Transporte Público!

  •  Evite horários de pico;
  • Higienize as mãos assim que sair do ônibus ou trem;
  • Cubra a boca com a parte de dentro do braço ao tossir e espirrar;
  • Use máscara caso esteja gripado.

Outros Cuidados para uma Higienização Segura e Eficaz

  • Utilize água quente em tecidos que aguentam alta temperatura;
  • Não chacoalhe roupas e outros tecidos para lavar, para minimizar a dispersão de vírus;
  • Lembre-se de limpar e desinfetar cestos de roupas, ou utilize sacos descartáveis para armazenar a roupa suja até lavá-las;
  • Não estoque álcool e outros produtos de limpeza. Todos precisam ter condições de se prevenir. Seja cidadão!

Manter uma rotina de higienização é essencial para preservar a saúde humana e ambiental. Em tempos de pandemia, o cuidado com a proteção coletiva redobra.

O mundo precisa de nossa ajuda, faça a sua parte no combate ao coronavírus!