Riscos Biológicos em um Hospital: Conheça os Riscos

É preciso entender primeiro o que são riscos biológicos em um hospital para aplicar a técnica de prevenção mais segura e adequada ao ambiente.

Os ambientes hospitalares possuem maior propensão em desenvolver agentes biológicos que colocam em risco a saúde dos funcionários, pacientes e acompanhantes.

É importante implementar um sistema de segurança contra as fontes de contaminação biológicas em um hospital, por meio de descarte correto do material biológico, feito por profissionais especializados com o objetivo de preservar a saúde e bem-estar destas pessoas.

O que são Riscos Biológicos?

Os riscos biológicos constituem a partir do desenvolvimento de micro-organismos capazes de provocar doenças no ser humano como bactérias, protozoários, vírus, fungos e até mesmo parasitas, em situações cotidianas.

Contudo, existem profissões que expõem os profissionais a um número superior de micro-organismos que causam riscos biológicos, como é o caso dos  profissionais da saúde, dispostos em hospitais e clínicas.

A contaminação acidental pode ocorrer, devido ao contato dos agentes transmissores com fluidos corporais como o sangue e em qualquer material utilizado em pessoas infectadas, como as seringas por exemplo.

Outras ameaças que provocam riscos biológicos em um hospital é o contato direto com cortes expostos, feridas superficiais, contato mão no olho, mão e boca ou até mesmo perfuração na pele.

Consequências dos Riscos Biológicos em um Hospital

Além de causar riscos biológicos em um hospital, os micro-organismos provocam doenças sérias que podem ser denominadas como:

  • Tuberculose;
  • Hepatite B;
  • Herpes Viral;
  • HIV e rubéola.

A melhor maneira de prevenir essas doenças é realizar o descarte correto dos materiais hospitalares e manter a higienização do local frequente.

Profissões expostas aos Riscos Biológicos em um Hospital

Profissionais da área da saúde são vulneráveis a contaminações biológicas, devido à realização de procedimentos invasivos e ações que possuem contato direto com secreções e sangues, que podem estar supostamente contaminados.

Diante o contexto, as principais profissões da área da saúde que necessitam precauções e cuidados com os riscos biológicos são:

  • médicos;
  • equipe de enfermagem;
  • profissionais de limpeza hospitalar;
  • assistentes clínicos;
  • estudantes e estagiários da área hospitalar;
  • pesquisadores.

 

Como é feita a prevenção de Riscos Biológicos em um Hospital

            O tratamento de prevenção de riscos biológicos em um hospital deve seguir as orientações criadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA):

  • Usar trajes de proteção como Equipamento de Proteção Individual (EPI);
  • Não beber ou comer no ambiente hospitalar;
  • Usar luvas e vestimentas adequadas para a realização dos procedimentos médicos;
  • Utilizar materiais de limpeza corretamente para a higienização e desinfecção de agentes biológicos;
  • Manter frascos de materiais infectantes sempre vedados, quando não for manuseados.

As normas da ANVISA devem ser aplicadas também em clínicas, laboratórios, centros de pesquisa e consultórios, prevenindo a contaminação dos colaboradores, pacientes e danos ao meio ambiente.